15 de jun de 2009

Rodrigo Souto tem paixão por Fuscas

Jogador coleciona carros antigos do mesmo modelo e quer ampliar a frota



Rodrigo Souto e um dos Fuscas da sua coleção


Que jogador de futebol é apaixonado por carros, e investe algumas dezenas de milhares de reais em modelos de alto luxo, não é segredo para ninguém. Mas, no caso do volante santista Rodrigo Souto, esse amor se manifesta de uma forma pouco comum. - Eu tenho paixão por carros, mas especialmente por Fuscas. É um carro que sempre fez parte da minha vida - conta. A ligação de Rodrigo Souto com Fuscas é tão forte que ele decidiu colecionar modelos raros do carro, o mais popular da história da indústria automobilística mundial, sem fabricação no Brasil desde 1996. Nos últimos dois meses, adquiriu dois modelos: um de 1969, que continua impecavelmente original, e o outro de 1983, equipado com motor 1.8 de Santana, vidro e travas elétricos, banco de couro e rodas de liga leve, entre outros acessórios. Segundo Souto, o Fusca 69 é uma homenagem ao seu avô Amaro, já falecido. - Meu avô teve um carro idêntico a esse, da mesma cor e ano. Se estivesse vivo, ficaria emocionado. Lembro que quando eu era criança ele me levava para passear no carro.
Eu tenho paixão por carros, especialmente por Fuscas"
O Fusca 83, usado por Souto para ir aos treinos do Santos, tem uma identificação direta com seu novo proprietário. - Nasci no ano em que ele foi fabricado - conta. Seu próximo objeto de desejo para a coleção já está definido. - Quero comprar um Fusca conversível. O hobby de Rodrigo Souto é econômico. Enquanto os carros importados custam de R$ 70 a 150 mil, um Fusca pode sair até por R$ 5 mil. O valor é tão baixo para Souto que ele não fez nem questão de pechinchar. - Paguei o valor que os proprietários me pediram.

O santista Rodrigo Souto faz pose dentro de um dos seus mimos. O próximo vai ser um conversível

1 comentários:

Volks e Cia disse...

show de bola o blog hein??

Grande abraço

Volks e Cia