23 de out de 2008

KFZ-1348

KFZ-1348
Documentário premiado será exibido no SBT, a partir da meia-noite

Quatro décadas de transformações sociais no Brasil retratadas por meio da trajetória de um Fusca comprado nos Anos 60. Este é o tema do documentário KFZ-1348, que estréia no próximo domingo, dia 5 de agosto, à meia noite, nos canais do SBT.

O filme foi um dos quatro vencedores do primeiro Concurso Cultural Documenta Brasil, promovido pelo Ministério da Cultura, por meio da Secretaria do Audiovisual (SAV/MinC), em parceria com a Petrobras, Associação Brasileira de Produtoras Independentes de Televisão (ABPI-TV) e Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).Primeiro carro fabricado pela companhia alemã Volkswagen, o Fusca já foi o modelo mais vendido no mundo, chegando ao Brasil na Década de 50 e alcançando um sucesso jamais visto antes na história da indústria automobilística do país. As placas KFZ-1348 dão nome à película, que tem roteiro e direção de Gabriel Mascaro e Marcelo Pedroso. No longa-metragem, com duração de 48 minutos, as oito pessoas que foram proprietárias do veículo narram suas recordações, revelando a importância que aquele fusquinha teve em suas vidas. "O documentário mostra como o carro ganha novos significados dentro da sociedade brasileira. Ele se degrada com o tempo, mas não perde o valor para as pessoas", afirma Mascaro.
Diretores do documentário O caráter nacional da história é representando pelo percurso do 'protagonista' que sai da fábrica, em São Paulo, e se desloca para Pernambuco na Década de 70, após circular em algumas cidades. O automóvel pára de funcionar em Recife e termina sua carreira num ferro-velho. As diferenças étnicas, sociais e culturais dos diversos proprietários são retratadas ao longo dos depoimentos. "O carro serve como um bem simbólico, que mostra o poder aquisitivo desses personagens. Ele vai se desvalorizando e chegando a classes menos privilegiadas", comenta Pedroso. Concurso Cultural O Documenta Brasil resulta de um novo modelo adotado pelas políticas de fomento ao audiovisual, cujo objetivo central reside na aproximação da produção independente com a televisão brasileira. Ao inovar na articulação dos segmentos produtores e difusores no processo de realização e no estabelecimento de parceria entre agentes públicos e privados em torno da geração de conteúdos nacionais, o projeto passa a ser considerado um marco das políticas públicas para o audiovisual. O primeiro filme vencedor exibido no SBT foi Pindorama – A Verdadeira História dos Sete Anões, de Roberto Berliner. No dia 12 de agosto estréia Estratégia Xavante, de Belisário Franca, e no dia 19, Rita Cadillac – a Lady do Povo, de Toni Venturi.

0 comentários: