28 de set de 2008

Montei o meu próprio Fusca conversível

Adilson Biazotti Internauta, Pirassununga, SP


Fusca Conversível 1966 (Foto:Adilson Biazotti/VC no G1)
Fusca conversível é uma coisa rara no Brasil, e conseguir um também é muito difícil. Eu queria muito ter um Fusca sem capota, e como não encontrei nenhum para vender, a solução foi fazer o meu próprio modelo.
Levei um ano de planejamento até comprar um Fusca abandonado. O carro estava há quatro anos sem uso. Passei a idealizar um carro diferente. Foi muito tempo em estudo, dedicação e perseverança, pois não existem materiais disponíveis para este tipo de transformação do veículo.
Quatro anos depois, o sonho ficou pronto. Hoje posso dizer que tenho uma raridade e também uma preciosidade, pois ele deixa muita gente de pescoço dolorido quando passa pelas ruas com a capota baixa. Valeu todo o trabalho. Aproveito também junto com o meu Fusca Conversível de 1966, mostrar também um modelo de 1965 todo original e com seu motor de 1200 cilindradas.

0 comentários: