25 de jun de 2008

Dia do Fusca - 2008

http://www.jcnet.com.br/editorias/detalhe_geral.php?codigo=133210

23/06/2008
Apaixonados por Fuscas se reúnem para homenageá-los em seu dia
Luciana La Fortezza
No Dia Internacional do Fusca, comemorado ontem, oito apaixonados pelo veículo saíram às ruas para homenageá-lo. Se reuniram próximo ao Hospital Estadual e depois seguiram pela avenida Nações Unidas até o Parque Vitória Régia.




Com pouco mais de 70 anos, o modelo encanta o escriturário Jonas Alves da Silva desde quando era criança. O primeiro a lhe tirar suspiros foi o comprado por seu tio, há muitos anos. Em 2007, adquiriu seu primeiro, um vermelho modelo 1974. Mas de tanto dispensar atenção ao carro, se desentendeu com a própria mulher. Conclusão, precisou vendê-lo.

Porém, como não consegue resistir ao Volkswagen lançado oficialmente em 1935 na Alemanha, comprou outro neste ano. Trata-se de um bege, ano 1977. Com ele, conseguiu reunir outros apaixonados, no evento singelo realizado ontem. “Espero que os próximos sejam maiores”, comenta. Jonas tem a expectativa promover nova exposição em agosto, mês de aniversário de Bauru.

Modificado

Se der certo, é possível que o Fusca do assistente técnico José Ferraz Júnior também esteja lá. Encantado pelo carro projetado por Ferdinand Porsche (a pedidos de Adolf Hitler), Júnior comprou seu carro há 13 anos. Foi seu primeiro veículo. Apaixonou-se por ele após começar a equipá-lo. Por fim, liderou o Fusca Clube de Bauru, fundado em 2000 e que funcionou até 2005.

“Depois, o pessoal foi vendendo, mudando de cidade e a gente perdeu o contato. Esse meu Fusca é para morrer com ele. Tem o valor sentimental que não tem preço”, comenta. Seu carro tem, por exemplo, a roda, o banco e os vidros modificados, além de contar com pintura metalizada.

O Fusca foi criado para atender reivindicação do ditador alemão (Adolf Hitler), que queria um carro prático, de fácil manutenção e que durasse bastante. Equipado com motor refrigerado a ar, sistema elétrico de seis volts e câmbio seco de quatro marchas, ele foi uma revolução para uma época em que os automóveis não possuíam mais do que três marchas.

O Brasil fabricou seu primeiro Fusca em janeiro de 1959. Desde então, foram vendidos no Brasil mais de 3 milhões de unidades. O carro parou de ser produzido no País em 1986. Sete anos depois, o governo incentivou o relançamento do carro, cuja produção foi mais uma vez encerrada em 1996. Para substitui-lo foi lançado o New Beetle.



http://www.cgn.inf.br/cgi-bin/UltimasNoticias?noticia=23277;modelo=completa_1
Colecionadores de Fuscas levam relíquias para expor
Viviane Mallmann (CGN)
Conservados ou não os Fuscas conquistaram uma legião de fãs. Há quem faça coleção dessas relíquias e promova eventos para reunir novos apreciadores. Em Cascavel, um grupo de colecionadores encontrou-se hoje (22) para expor os veículos e trocar idéias sobre os carros.

Marcelo Trombini tem um modelo 73 e afirma ser apaixonado por ele. "O meu tem mais de 25 anos e eu adoro. É um carro econômico, bonito e que anda como qualquer outro. A diferença é que quem tem e gosta, não vende e nem troca por nada", brincou.

Amarildo Tidre também comprou um e deu de presente para a esposa. Ele conta que pagou R$ 4,5 mil pelo carro, mas que não vende nem se oferecerem o dobro do valor. "Dei de presente pra ela justamente para não cair na tentação de vender, mas ajudo a cuidar e uso mais do que todos na família", explicou.

O aposentado Alberi Vailões comentou que possui seis Fuscas em casa e levou o menos bonito de todos para expor. Ele alega que agora está trabalhando para modificar o de ano 75 e transformá-lo em um conversível, igual ao que viu na revista. "Sou apaixonado por Fusca. Tenho outros carros de passeio, mas o Fusca é o carro do coração, que guardo na garagem e dou uma voltinha de vez em quando", ressaltou.

Dependendo das modificações, um Fusca comprado por R$ 3 mil, pode valer mais de R$ 50 mil e jamais ser vendido pelo colecionador, porque a grande maioria prefere mesmo é manter as peças originais e fazer do veículo uma tradição, que passa de geração em geração.


http://www.bj.inf.br/conteudo_visualiza.php?contcod=14812
Antigüidades e Fuscas na VILA GERMÂNICA
21/06/2008 15:18
A Secretaria de Turismo de Blumenau promove neste domingo, dia 22, a 13ª edição da Praça de Antigüidades, que acontecerá no Parque Vila Germânica em frente ao Setor 1. A praça é realizada uma vez por mês, sempre aos domingos, das 10 às 17 horas. Neste dia, serão expostos e comercializados no local, objetos antigos como bicicletas, livros, revistas, móveis, tapetes, lustres, louças e utensílios.

No mesmo domingo, o Clube do Fusca de Blumenau promove o 10º Encontro Sul-brasileiro de Fuscas, dentro do Setor 1 da Vila Germânica. “A expectativa é contar com a participação de mais 250 veículos e cerca de cinco mil visitantes”, prevê o organizador do evento, Gilberto Bornhofen. Peças antigas de fuscas também estarão à venda.

Durante o encontro, os expositores participarão de sorteios de brindes. O evento será realizado das 9 às 17 horas.



http://blog.estadao.com.br/blog/jc/?title=hoje_e_dia_do_fusca&more=1&c=1&tb=1&pb=1
20.01.07

Link permanente Hoje é dia do Fusca !
por Carlos Guimarães, Seção: Opinião s 12:00:00.

Nosso carismático Fusca foi fabricado no Brasil entre 1959 e 1986, com retorno em 1993 até se aposentar de vez em 28 de junho 1996. Somando todo esse tempo são 30 anos de fabricação no Brasil. E de muito sucesso, sem falar da saudade que dá ao lembrar dos Fuscas que passaram pela vida de cada brasileiro. Sim, porque acredito que é muito difícil algum cidadão desse País não se lembrar de algum momento passado em que o Fusca estivesse presente, mesmo que discretamente.

Lembro-me que, nos anos 70 até início dos 80, a grande maioria da frota táxis de São Paulo era formada por Fuscas. Para dar mais espaço aos passageiros, os "motoristas de praça" (como se chamavam os taxistas nessa época) costumavam tirar os bancos dianteiros do lado direito para facilitar a entrada dos passageiros, que também ficavam com bem mais espaço para as pernas, e até para levar alguma bagagem de mão. Também era comum usar uma corda amarrada no puxador da porta direita para fechá-la com mais facilidade depois da entrada dos clientes. Bons tempos... E você, caro leitor, que lembranças tem do Fusca?
Carlos Guimarães/AE


http://www2.portoalegre.rs.gov.br/pwdtcomemorativas/default.php?reg=7&p_secao=57
20 de Janeiro - Dia do Fusca
[Primeiro Fusca] No dia 20 de janeiro se comemora o Dia Nacional do Fusca. Com 70 anos de idade, este “vovô” é um dos carros mais queridos da história do automobilismo. Se vovô Fusca falasse, por certo não deixaria de contar que foi o único automóvel a voltar para a linha de produção por um pedido de um Presidente da República, no caso, Itamar Franco, em 1993.

O projeto do Fusca foi um pedido de Adolf Hitler ao projetista Ferdinand Porsche, ainda antes da guerra. O ditador alemão queria um carro que fosse prático, de fácil manutenção e que durasse bastante.

Em 1935, o carro é lançado oficialmente com o nome de “Volkswagen”, que em alemão significa "carro do Povo". Equipado com motor refrigerado a ar, sistema elétrico de seis volts e câmbio seco de quatro marchas, o Fusca foi uma revolução para uma época em que os automóveis não possuiam mais do que três marchas.

[Fusca] No Brasil o primeiro Volkswagen foi fabricado em janeiro de 1959, mas desde 1950 os “besouros” já passeavam pelas ruas do país. Por uma corruptela do nome, acabou sendo chamado de Fusca e assim ficou conhecido. Desde então foram vendidos no Brasil mais de 3.350.000 “fucas”, outra versão do apelido.

A Volkswagen (este passou a ser o nome da empresa) deixou de fabricar o Fusca no Brasil em 1986. Mas no ano de 1993, o então presidente Itamar Franco, com a idéia de lançar um carro popular, incentivou o relançamento do Fusca. Foram vendidas mais de 40 mil unidades até julho de 1996, quando saiu novamente de produção.

A última montadora Volkswagen a produzir o Fusca encerrou suas atividades no México, em 30 de junho de 2003, totalizando 21.529.464 fabricados no mundo.

O New Beetle, montado sob a plataforma do VW Golf, foi a alternativa que a Volkswagen encontrou para oferecer uma versão do fusca que pudesse contemplar todos os avanços tecnológicos da indústria automobilística. O New Beetle segue as linhas arredondadas do velho Fusca, mas as semelhanças param por aí. Diante de tanta sofisticação para alcançar uma boa posição de mercado, venceu a corrida da modernidade mas deixou para trás o título de “carro do povo”.

Se os velhos fuscas falassem...

Mais informações em:

Volkswagen do Brasil
Fusca Clube do Brasil


http://g1.globo.com/Noticias/Carros/0,,MUL265714-9658,00.html

Em 20 de janeiro é comemorado no Brasil o Dia Nacional do Fusca.
Modelo é o mais vendido em todo o mundo, com mais de 21 milhões de unidades.








Em 20 de janeiro é comemorado no Brasil o Dia Nacional do Fusca. O carro foi lançado oficialmente em 1935, na Alemanha, com o nome de “Volkswagen”, que em alemão significa "carro do Povo".

Internautas mostram fotos de seus carros antigos

AutoEsporte: O último vôo do besouro

Exposição de carros antigos reúne colecionadores e fãs em São Paulo

Com pouco mais de 70 anos, o modelo é o mais vendido no mundo, com mais de 21 milhões de unidades comercializadas.

O projeto do Fusca foi um pedido de Adolf Hitler ao projetista Ferdinand Porsche, ainda antes da guerra. O ditador alemão queria um carro prático, de fácil manutenção e que durasse bastante.

Equipado com motor refrigerado a ar, sistema elétrico de seis volts e câmbio seco de quatro marchas, o Fusca foi uma revolução para uma época em que os automóveis não possuíam mais do que três marchas.


Produção no Brasil

Foto: Divulgação/Racha Tarumã
Divulgação/Racha Tarumã

Racha Tarumã (Foto: Divulgação/Racha Tarumã)

O primeiro Volkswagen no país foi fabricado em janeiro de 1959. Desde então, foram vendidos no Brasil mais de 3 milhões de unidades. O carro parou de ser produzido em terras brasileiras em 1986.

No entanto, em 1993, o ex-presidente Itamar Franco, com a idéia de lançar um carro popular, incentivou o relançamento do Fusca. Foram vendidas mais de 40 mil unidades até julho de 1996, quando saiu novamente de produção.

Para substituir o novo Fusca foi lançado o New Beetle. O modelo foi a alternativa que a Volkswagen encontrou para oferecer uma versão do fusca que pudesse contemplar todos os avanços tecnológicos da indústria automobilística.


Encontro de Fuscas

Em homenagem ao Dia Nacional do Fusca será promovido neste domingo (20) o Encontro de Fuscas. Serão expostos mais de 500 automóveis. Entre os modelos do encontro, haverá veículos customizados, tradicionais e ainda carros com origem inspirada no velho fusca, como Kombi, Variant, Brasília e Karmann-Ghia.

Outra raridade que estará no evento é o Fusca anfíbio, ou então Schwimmwagen. O veículo foi criado na Alemanha nazista para uso militar durante a Segunda Guerra Mundial.

O encontro será no estacionamento do shopping Metrópole (praça Samuel Sabatini, 200, São Bernardo do Campo, tel. 11/6842-9900). Para participar os expositores devem levar 2 kg de alimentos não perecíveis. O evento ocorre entre 9h e 14h.




Foto: Divulgação
Divulgação

Herbie é o mais famoso dos Fuscas. O carro é a estrela do filme "Se meu fusca falasse". (Foto: Divulgação)

http://carsale.uol.com.br/noticias/ed101not4251.shtml



Carsale - Este ano, no dia 22 de junho, será comemorado pela décima vez o Dia Mundial do Fusca, que agora além de eventos realizados por clubes espalhados pelo mundo assumiu uma nova forma de comemoração: "Drive your VW Beetle to Work Day", ou seja, "Dia de ir com seu Fusca para o trabalho". A data fica ainda mais importante esse ano pelo lançamento do novo filme do "Herbie", Fusca que se tornou um personagem de Walt Disney.

Como mentor do Dia Mundial do Fusca, Alexander Gromow teve a idéia da comemoração e trabalhou no sentido de lançá-la mundialmente. Ele começou a divulgação pelo mundo inteiro e harmonizou a escolha da data. Acabou prevalecendo o dia 22 de junho, pois neste dia, em 1934, foi assinado o contrato que deu início ao desenvolvimento do Fusca por Ferdinand Porsche.

0 comentários: